Biology and Preferred Oviposition Site of the Mahanarva indentata Froghopper (Hemiptera: Cercopidae) on Sugarcane

Vinicius De Vicente Chaves, Guilherme Vieira Pimentel, Alejandro Hipólito Pabón Valverde, Lidiane Aparecida Silva, Márcio Henrique Pereira Barbosa, Luiz Alexandre Peternelli

Abstract


The froghopper Mahanarva indentata (Walker) (Hemiptera: Cercopidae) is an economically important pest of sugarcane in Brazil. With the purpose of complementing various biological studies of the froghopper species associated with sugarcane, this research was developed to describe the morphology, and development of the eggs, nymphs and adults of M. indentata, as well as aspects of its reproductive biology and oviposition site preference. The study was conducted in a greenhouse of the Department of Agronomy, Federal University of Viçosa (UFV). Sugarcane plants of the cultivar, ‘RB867515’, at 60 days after planting were used to feed the insects. The information was obtained at 26 ± 2 °C, 70% ± 10% RH and 14:10 h L:D. Mean egg development lasted 36 days with 95% of egg viability. The nymphal phase with 5 instars lasted an average of 62 days with 65.84% survival. Adult males and females lived 12 and 20 days respectively. The durations of the pre-oviposition, oviposition and post-oviposition periods were 9.57 ± 0.80 days, 7.78 ± 1.14 days and 2.60 ± 0.57 days, respectively. Average fecundity was 38.2 eggs per female and total generation time (adult - egg) was 99 days. All adult females showed an oviposition preference for the abaxial surface of the sugarcane leaf and specifically for the basal portion of the leaf where 72% of the eggs were deposited. The newly acquired information on M. indentata reinforces the need to define differences between the various Mahanarva species related to their biology and management, since this is a very important pest of the sugarcane production in Brazil.

 

A cigarrinha Mahanarva indentata (Walker) (Hemiptera: Cercopidae), destaca-se como praga de importância econômica para os canaviais do Brasil devido sua ampla distribuição nos Estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Com o propósito de complementar os estudos da biologia de espécies de cigarrinhas associadas à cana-de-açúcar, desenvolveu-se essa pesquisa para descrever a morfologia, as durações das fases de ovo, ninfa e adulto além dos aspectos da biologia reprodutiva e da preferência por sítio de oviposição da M. indentata. O bioensaio foi conduzido em casa de vegetação do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Viçosa (UFV). Plantas de cana-de-açúcar da variedade RB867515 com 60 dias após o plantio foram utilizadas para alimentação dos insetos. Os dados foram obtidos sob temperatura de 26 ± 2 °C, UR 70% ± 10% e fotoperíodo de 14 horas. A duração da fase de ovo foi de 36 dias e viabilidade de 95%. A fase de ninfa, com cinco instares, teve duração média de 62 dias e viabilidade de 65,84%. As longevidades de machos e de fêmeas foram de 12 e 20 dias respectivamente, com período de pré-oviposição de 9 dias e oviposição de 7 dias. A fecundidade média foi de 38,2 ovos/fêmea e a duração do ciclo de vida (ovo-adulto) de 99 dias. As fêmeas não exibiram flexibilidade pelos substratos de oviposição, com 100% de preferência pela face abaxial das folhas de plantas de cana-de-açúcar. Quanto ao sítio de oviposição na folha, detectou-se a preferência pela região basal com 72% dos ovos. Na região intermediária encontraram-se 28% dos ovos, enquanto que no ápice da folha não houve oviposição. Novas informações a partir desta espécie expande nossa compreensão da necessidade de delinear diferenças comuns entre as espécies de Mahanarva com relação à sua biologia, diante da importância que essa praga apresenta na cultura da cana-de-açúcar no Brasil.

 

View this article in BioOne


Keywords


embryonic development; fecundity; froghopper; longevity; Mahanarva fimbriolata; Mahanarva posticata; nymphs; Saccharum

Full Text:

PDF