First Record of Sisyridae (Neuroptera) in Rio De Janeiro State, Brazil, with Bionomic Notes on Sisyra panama

N. Hamada, A. M. O. Pes, L. M. Fusari

Abstract


Sisyra panama Parfin & Gurney, 1956 as the first species of the family Sisyridae (Sisyra panama Parfin & Gurney, 1956) is reported for the first time from Rio de Janeiro state, Brazil. Pupae of S. panama developed in 8 days; eggs are covered with a thin layer of silk and, under laboratory conditions, hatch in the morning. After eclosion, first-instars exhibited a peculiar jumping behavior, similar to S. fuscata (Fabricius).

 

Os objetivos desse estudo são registrar a família Sisyridae (Sisyra panama Parfin & Gurney, 1956) pela primeira vez no Estado do Rio de Janeiro e fornecer informações bionômicas sobre seus estágios imaturos. Ovos, larvas e pupas de S. panama foram coletados no dia 25 de agosto de 2007 na lagoa Carapebus (22°15.107’S 41°35.770’O), no estado do Rio de Janeiro. Pupas obtidas a partir de larvas coletadas no campo e mantidas vivas sob condições de laboratório, levaram aproximadamente oito dias para completar seu desenvolvimento. Ovos foram depositados em grupos de 2 a 8 unidades, sobre a vegetação aquática, em ambiente terrestre, cobertos por uma fina camada de seda. Em condições de laboratório, a eclosão das larvas ocorreu no período matutino, enquanto que há relatos na literatura citando que essa atividade ocorre no período noturno. Depois da eclosão, larvas de S. panama de primeiro estádio apresentam um comportamento peculiar, elas se curvam sobre si mesmas para ganhar força e pular, caindo na água. Esse comportamento é similar ao da espécie congenérica S. fuscata (Fabricius). Embora larvas de primeiro estádio de Climacia areolaris (Hagen) apresentem, também, um comportamento de pular, o método utilizado pelas larvas desta espécie é diferente. Uma vez que o comportamento de pular de S. panama é similar ao de S. fuscata sugerimos que esse comportamento pode ser uma característica genérica, no entanto, observações adicionais sobre diferentes espécies desses dois subgêneros devem ser realizadas para corroborar essa hipótese.

 

View this article in BioOne


Keywords


aquatic insects; first-instar; larval behavior; spongilla-flies

Full Text:

PDF