ESPÉCIES DE BACILLUS NO CONTROLE DOS NEMATOIDES DAS GALHAS E NO DESENVOLVIMENTO DE CANA-DE-AÇÚCAR

R J Ferreira, P L M Soares, R B de Carvalho, J M dos Santos, E S P Batista, J C Barbosa

Abstract


Os nematoides das galhas podem causar perdas significativas e podem diminuir a vida produtiva da cultura da cana-de-açúcar. Um dos principais métodos utilizados para o controle de nematoides é o químico, que porsuavez tem apresentado restrições ecotoxicológicas. O controle biológico tem potencial como controle alternativo para o problema. Portanto, neste estudo foi avaliado o efeito de diferentes espécies de Bacillus no controle de Meloidogyne incognita e M. javanica e no desenvolvimento de plantas de cana-de-açúcar. Mudas ‘RB 86-7515’ foram plantadas individualmente em vasos de 10 L contendo substrato autoclavado à base de areia grossa e terra (2:1). Em seguida as bactérias B. subtilis (10 L/ha), B. firmus (10 L/ha), B. amyloliquefaciens (10 L/ha) e o nematicida químico  Carbofurano 350 SC (5 L/ha – tratamento padrão) foram aplicados e as mudas inoculadas com 5.000 ovos e juvenis de segundo estádio de M. incognita e M. javanica, em vasos separados, além de uma testemunha apenas com nematoides. Aos 100 e 150 dias após a inoculação e aplicação dos tratamentos procederam-se as avaliações dos parâmetros da planta: altura da parte aérea, massa fresca das partes aéreas, massa fresca das raízes, o número de perfilhos e o número de ovos e juvenis de segundo estádio (J2) de M. incognita e M. javanica nas raízes das plantas. Todos os tratamentos promoveram o aumento o número de perfilhos, mas não controlaram os nematoides.

Keywords


Controle biológico; Meloidogyne incognita; Meloidogyne javanica; Saccharum sp.

Full Text:

PDF