REPRODUÇÃO DE PRATYLENCHUS SPP. EM ESPÉCIES DE EUCALIPTO (EUCALYPTUS SPP.)

C. Bellé, M. Z. Groth, T. E. Kaspary, P. R. Khun, S. M. Kulczynski

Abstract


O gênero Eucalyptus possui diversas espécies que apresentam grande valor comercial, sendo utilizado para produção de energia e celulose-papel e cultivado em diversas regiões do Brasil onde ocorrem nematoides do gênero Pratylenchus. Dessa forma, há uma necessidade de conhecer o comportamento das espécies de eucalipto a esses nematoides. O objetivo deste trabalho foi avaliar a reação de 12 espécies de eucalipto a Pratylenchus brachyurus e P. zeae. Plantas foram inoculadas (1.000 espécimes/planta) com P. brachyurus ou P. zeae, e mantidas separadamente em dois experimentos em casa de vegetação por 240 dias. Foi verificado diferença significativa (P ≥ 0,05) para número de nematoide por grama de raiz, nematoide por 100 cm³ de solo e fator de reprodução entre as espécies de eucalipto avaliadas para ambas espécies do nematoide-das-lesões. Os maiores números de P. brachyurus por grama de raiz foram observados para as espécies Eucalyptus phaeotricha, C. citriodora e E. camaldulenses; enquanto que para P. zeae, as espécies C. torelliana, E. camaldulenses, E. phaeotricha e E. grandis foram aquelas que apresentaram os menores valores. Já para o número de nematoide por 100 cm³ de solo variou de 168 a 341 para P. brachyurus e 57 a 129 para P. zeae. Todas as espécies de eucalipto avaliadas comportaram-se como suscetíveis para P. brachyurus (FR= 6,7 - 13,9) e P. zeae (FR= 2,1 - 5,3).


Keywords


Eucalyptus spp, nematoide-das-lesões, suscetibilidade

Full Text:

PDF


The Florida OJ service is provided through the Florida Virtual Campus (FLVC) and the Florida Academic Library Services Cooperative (FALSC). | FLVC Privacy Policy.